Buscar
  • criacao534

startups Unicórnio

Não é de hoje que escutamos muita gente falar do termo “empresas unicórnio”, o qual foi criado por Aillen Lee, uma investidora dos EUA, em um artigo escrito em 2013, no qual as startups que tinham mais de US $ 1 bilhão e de propriedade privada se encaixavam. O que não era esperado era o crescimento tão rápido desse mercado, atualmente o número varia conforme a fonte, mas são estimadas 452 empresas unicórnio de acordo com a CB Insights.



O valor de uma empresa de unicórnio geralmente é calculado com base em sua rodada mais recente de financiamento. Se um capitalista de risco coloca $ 100 milhões em um negócio em troca de 5% do patrimônio líquido, por exemplo, ele o avalia em $ 2 bilhões. Alternativamente, às vezes os unicórnios são cobrados quando são adquiridos por alguém maior: por exemplo, quando o Facebook comprou o Instagram por US $ 1 bilhão.


Mas afinal das contas, muito se fala, só que como é possível ter uma alma de unicornio para alcançar o título um dia ou manter a sua empresa up to date das inovações de mercado? Um dos maiores desafios é entender que você não precisa ter pressa para se considerar uma marca imediatamente, é interessante realizar um trabalho de desenvolvimento e autodescoberta.

Enquanto questões como suas estratégias, planos de crescimento e visões ainda não estão decididas ou estão passando por um momento de desenvolvimento, existem algumas características que você pode ficar esperto, porque são fundamentais para que uma empresa tenha esse espírito de startup unicórnio, como por exemplo:

  • Inovação disruptiva: principalmente, todos os unicórnios trouxeram uma ruptura no campo a que pertencem. O Uber, por exemplo, mudou a maneira como as pessoas se deslocavam. O Airbnb mudou a forma como as pessoas planejavam sua estadia durante as viagens e o Facebook ressignificou o papel das redes sociais nas nossas vidas.

  • Pioneiros: os unicórnios são principalmente os pioneiros em sua indústria. Eles mudam a maneira como as pessoas fazem as coisas e, gradualmente, criam uma necessidade para si mesmos. Eles também são vistos como mantenedores da inovação para ficar à frente dos concorrentes que podem crescer mais tarde.

  • Alta tecnologia: outra tendência comum entre os unicórnios é que seu modelo de negócios é baseado em tecnologia. O Uber teve seu modelo aceito ao criar um aplicativo amigável. O Airbnb fez o mundo parecer menor ao fazer ressignificar através da web a experiência de viajar.

  • Foco no consumidor: 62% dos unicórnios são empresas B2C. O objetivo é simplificar e facilitar as coisas para os consumidores e fazer parte do seu dia a dia. Manter as coisas acessíveis é outro destaque importante dessas startups. O Spotify, por exemplo, tornou a audição de música mais fácil para o mundo.

  • Propriedade privada: a maioria dos unicórnios é propriedade privada, o que aumenta sua avaliação quando uma empresa estabelecida investe nisso.

O que fica como uma primeira lição para empresas que querem crescer ou que tem as startups unicórnio como modelo é: invista em inovação. Lembre-se também que é preciso ter um projeto bem elaborado e bem executado de customer experience, visto que este é capaz de alavancar resultados por meio do relacionamento com o cliente. Além disso, as startups unicórnio possuem uma visão futura para se adiantar na resolução de possíveis e potenciais problemas.


Não existe uma fórmula mágica ou receita de bolo capaz de transformar uma startup em unicórnio do dia pra noite, mas cada prática acaba impactando no resultado final e na projeção de sucesso e crescimento futuro da sua empresa.


0 visualização0 comentário

© 2019 By @ONEBRANDING

Rua Frei Caneca, 1407 - Consolação,

São Paulo - SP, Brasil