Buscar
  • One Branding

One’s Lifestyle: Você é sua Marca

Já parou pra pensar que cada um de nós, como indivíduos, representamos uma marca? Veja bem, precisamos pontuar o que isso significa, afinal, sabemos, você talvez esteja pensando “Mas eu nem vendo nada..” e é aí que separamos o Joio do Trigo. Ser uma marca vai muito além da venda de um produto ou serviço. Estamos falando de imagem, propósito, valores, identidade, enfim, tudo o que gera identificação e possa criar conexão com o outro.


Ficamos pensando nisso outro dia. Nós, que trabalhamos com branding, esquecemos muitas vezes de fazer essa auto análise e avaliar se aquilo que estamos expondo para o mundo de fato nos representa. Nós, seres humanos, temos o costume de entrar no “piloto automático” para tanta coisa, olhar para dentro e se questionar se nossas escolhas estão de fato refletindo nosso propósito, acaba entrando facilmente nessa lista.



Photography & Artwork Alma Haser - Port Magazine


Certo, mas o que isso representa e pra que serve valorizar sua marca pessoal? Vamos lá, pense com a gente: todas as relações pessoais e profissionais que você construiu ou ainda vai construir ao longo da vida, tiveram como início um fator em comum: identificação. Por exemplo, se você tem um parceiro (a), o início da relação de vocês se deu porque uma ou ambas as partes se conectaram com algum dos valores da sua “Marca”, seja ele imagem, propósito de vida, storytelling ou tudo isso junto.

Uma dinâmica parecida pode ser vista no seu ciclo de amizades, mesmo que você se lembre daquele amigo que não tem muito a ver com seus valores e propósitos mas mesmo assim passar tempo perto dele te faz bem. Com as marcas não é diferente, a construção de relacionamento se dá em torno da forma com a qual ela faz você se sentir.


Se pensarmos na nossa vida, podemos notar que tudo envolve o processo de marketing, seja nas relações pessoais, para se vender no mercado de trabalho, ou até sua presença nas redes sociais. Se percebidos, os princípios básicos do marketing fora do ambiente de profissional podem acabar se tornando uma grande vantagem a serem aplicados em muitas situações da vida.

O segredo é notar como você é percebido e até onde você pode ir enquanto usa desses princípios na vida pessoal. Listamos alguns pontos para te ajudar nesse processo de auto análise:


1. Identidade

A identidade representa o conjunto de características que nos define e diferencia. Assim como acontece com as marcas, também é importante que uma pessoa tenha bem definido quem ela é, quais são seus valores e quais caminhos que deseja seguir. Claro que muito desse processo já acontece normalmente com a formação da personalidade de cada um, mas a identidade, principalmente visual, é uma das principais táticas para refletir o que deseja.


2. Redes sociais

Não são só os influenciadores que devem se preocupar com o que compartilham, você também é um produtor de conteúdo, não importa o número de seguidores da sua conta. Mesmo que apenas compartilhe, curta ou comente publicações dos outros, seu engajamento reflete nos assuntos que têm interesse e impactam na sua formação de identidade. As redes sociais também são ideais para criar mais pontos de contato e laços de relacionamento, tanto no âmbito pessoal como profissional. No mundo moderno que vivemos hoje o marketing digital se tornou uma estratégia fundamental.


3. Storytelling

Existem infinitas formas de comunicar uma única ideia, mas escolher qual caminho você vai usar é fundamental, e deve levar em consideração a maneira mais eficaz de causar impacto nas pessoas. A forma de execução da comunicação verbal e não verbal fará com que a sua história seja memorável e impactante. Seu público será mais propenso a lembrar dos fatos e, dependendo da situação, agir diferente conforme o decorrer da história. Humanizar e contar as coisas de forma que as pessoas se identifiquem, como por exemplo relacionar a situações comuns do dia a dia, faz com que elas te escutem mais e memorizem aquilo que foi contado.


4. Propósito

Assim como algumas marcas, nem sempre as pessoas terão um propósito único e bem definido, já que com o passar do tempo nossas ideias amadurecem e se aprimoram. No entanto, quase todo mundo tem algo que acredita, o motivo pelo qual levantamos da cama todos os dias. É através da análise e percepção de seu propósito que sua vida pode se transformar. Seja para ir de encontro a um trabalho que faça seu coração bater mais forte, algo que você tenha facilidade e prazer em fazer e que possa ajudar ao próximo ou até a entender seu papel no mundo como indivíduo.


Uma dica interessante é reservar um ou dois dias a cada 6 meses para rever seu planejamento e refletir um pouco sobre seus objetivos de vida e perceber se sua mente, alma e corpo estão trabalhando em sincronia para alcançá-lo.


15 visualizações

© 2019 By @ONEBRANDING

Rua Frei Caneca, 1407 - Consolação,

São Paulo - SP, Brasil