Buscar
  • One Branding

O “boom” dos e-commerces

Atualizado: Ago 27

Com a chegada da pandemia e a implementação do isolamento social, o leque de opções de atividades para fazer dentro de casa e sem contato físico não são muito extensos. Consequentemente, as pessoas nunca estiveram tão conectadas. As telas não possibilitam apenas a realização do trabalho remoto, mas também a oportunidade de manter interação social além do entretenimento. Quando falamos de entretenimento digital, automaticamente pensamos nos serviços de streaming como Netflix e Amazon Prime, mas esse período comprovou que as compras online tem sido tão ou mais procuradas do que passar a tarde no sofá na companhia da sua série preferida.



Uma pesquisa feita sobre a Experiência de Consumo do Brasileiro revelou que para 68% dos consumidores da Classe A e B o ato de comprar está ligado a boas sensações e ao prazer. As experiências positivas são os principais destaques: relaxar (47%) prazer de comprar (43%), melhora de humor (37%), satisfação pessoal (35%). A melhora de humor é ainda mais comum entre as mulheres (43%, contra 29% entre os homens).


O estudo reflete o porquê das compras online terem saltado 209% no mundo todo durante a pandemia. Dados divulgados pelo ACI Worldwide – empresa de pagamento eletrônico –, apontaram que a crise causada pelo novo coronavírus impulsionou as vendas online pela internet e viu as transações saltarem em relação ao mesmo período do ano de 2019. Um reflexo das tendências de comportamento de consumo se adaptando ao “novo normal”.


Se você já teve dificuldade em pegar no sono, sabe que uma distração na madrugada são os e-commerces. O aumento das buscas e compras durante a noite é uma tendência que já vinha crescendo desde 2014, uma pesquisa publicada pelo Google apontou que um terço de todas as buscas de compras online acontecem entre 22h e 4h, e que essa é uma porcentagem que aumenta a cada ano, provando que mesmo que o shopping físico fique fechado, o consumo continua acelerado.


Se comprar já era um refúgio para muitos, com o isolamento só se intensificou. Tudo isso combinado com as altas taxas de insônia que já vinham sendo estudadas e constatadas pelo mundo todo, gerou uma movimentação ainda maior na madrugada. Como já é difícil não conseguir dormir, as pessoas acabam querendo se dar um agrado e fugir da solidão e dos pensamentos negativos através das compras.


Ter as compras online disponíveis 24/7, significa que os consumidores podem ter acesso sempre as lojas, e que as marcas estão prontas para vender a qualquer momento. Além disso, a ferramenta se tornou mais acessível do que nunca, e hoje a grande maioria das marcas estão presentes no meio digital - ou deveriam.


O ano de 2020 representou o marco da “primeira compra online” para 13% dos brasileiros. Sabe o que isso representa? O “boom” dos e-commerces. Além de atrair novos compradores, é momento de saber surfar essa onda e aproveitar para focar no digital e investir na plataforma. Os tempos de isolamento e de crise não têm sido fáceis, mas acredite, vai passar. Sobre o comportamento de consumo online não podemos dizer o mesmo.


17 visualizações

© 2019 By @ONEBRANDING

Rua Frei Caneca, 1407 - Consolação,

São Paulo - SP, Brasil