Buscar
  • criacao534

Marketing e Blockchain

Em 2020, o marketing de fidelidade se torna uma prioridade para as marcas, já que muitas lutam para reter consumidores inconstantes, hiper informados e engenhosos que estão ativamente tentando lidar com os efeitos alarmantes da pandemia. No entanto, inovar e pensar tanto no presente quanto no futuro é fundamental. Às vezes quando enfrentamos uma situação de crise esquecemos de que ela vai passar e que se não existir um plano futuro, de nada terá adiantado conseguir contornar os efeitos na hora do caos.


Além da tendência da digitalização, outro fator que as marcas precisam considerar nesse momento é a construção de laços mais estreitos com os clientes atuais. Algumas usam sistemas de CRM (Customer Relationship Management - sistemas de informações ou ferramentas que automatizam as funções de contato com o cliente) para aumentar a lealdade do usuário através da melhoria da qualidade do serviço, mas vale a pena ficar atento também às novas tecnologias, como o Blockchain.



À medida que os programas de fidelidade tradicionais envolvendo cartões físicos se tornam cada vez mais obsoletos, os programas de recompensa baseados em Blockchain apresentam novas oportunidades para o envolvimento do cliente. Mas o que é blockchain? Se você tem acompanhado bancos, investimentos ou criptomoedas nos últimos dez anos, pode ter ouvido o termo “blockchain”, a tecnologia de manutenção de registros por trás da rede Bitcoin.


Ele é uma maneira simples, porém engenhosa, de passar informações de A para B de maneira totalmente automatizada e segura. Uma das partes de uma transação inicia o processo criando um bloco de dados que é verificado por milhares, talvez milhões de computadores distribuídos pela rede. Os dados verificados são criptografados e armazenados na rede, criando um registro único com um histórico único. Falsificar um único registro significaria falsificar toda a criptografia em milhões de instâncias, e isso é virtualmente impossível. O termo ficou famoso, principalmente, porque o Bitcoin (uma criptomoeda) usa esse modelo para transações monetárias.


À medida que as empresas continuam a desenvolver estratégias de aquisição e retenção de clientes, novas tecnologias como essa oferecem maneiras engenhosas de personalizar marketing, produtos e serviços. Ao usar automação avançada para coletar e gerenciar dados de clientes, as marcas estão levando programas de fidelidade personalizados para um novo território digital.


Mas essa ferramenta também deve começar a ser usada de outra forma daqui para frente, já que o marketing é cada vez mais impulsionado por dados hoje em dia. O Blockchain está formando uma troca de dados direta entre consumidores e marcas como nunca antes. Ele devolve aos consumidores algum poder que antes estava nas mãos de plataformas de mídia social e outras empresas que coletam dados de consumidores. O Blockchain permite um novo tipo de plataforma de publicidade digital por meio da qual os consumidores podem “vender” seus próprios dados.


Ele também pode ser usado para programas de fidelidade de marca, onde um varejista poderia criar sua própria moeda de marca para os clientes usarem na reivindicação de recompensas. Na verdade, o blockchain possibilitaria que vários varejistas usassem a mesma moeda do blockchain para cada um de seus próprios programas de fidelidade, e as recompensas de uma marca poderiam ser traduzidas para outras usando a mesma moeda.


Essa democratização de dados que está por vir não só dará aos clientes ainda mais voz sobre como seus dados são usados, mas levará os profissionais de marketing a criar novas maneiras de interagir com os clientes que aprimoram a experiência de compra de alguma forma. O potencial da criptografia blockchain não é um mito, nem é apenas um exagero, e quando você combina a tecnologia com uma demanda do consumidor em escala global, mudanças massivas podem ocorrer.


0 visualização0 comentário

© 2019 By @ONEBRANDING

Rua Frei Caneca, 1407 - Consolação,

São Paulo - SP, Brasil