Buscar
  • One Branding

marcas e a cultura de cancelamento

Lembra quando você era criança e se juntava com um grupo para excluir um amiguinho porque ele disse algo que você não gostou? Pois é, você sabia que isso era uma forma de “cancelamento”? Apesar de esse parecer um termo atual ele já existe faz tempo. Provavelmente você já deve ter escutado falar que estamos passando pela onda da “cultura do cancelamento”. A cada dia que passa diversos artistas, influenciadores e pessoas famosas recebem uma onda de boicote quando dizem ou fazem algo que é considerado moralmente errado ou incorreto para os padrões de um determinado grupo.


Pelo fato da internet ser um lugar de debate sobre várias questões e nos manter protegidos através das telas, as redes sociais acabam sendo o principal palco dos cancelamentos. Algumas pessoas criticam por ele ser muito radical e dizem que só serve para propagar o ódio, já outras discordam e falam ser algo necessário. Mas aí que eu te pergunto, você pensou como as marcas ficam diante de tudo isso?


Illustrations By Francesco Ciccolella


Nunca foi tão fácil dialogar, se posicionar e interagir para pessoas, mas se por um lado isso significou uma liberdade de expressão maior, por outro o risco também aumentou. Nos dias de hoje é quase impossível viver sem se posicionar - falamos disso no nosso post “Não se posicionar é um posicionamento?”- então é preciso dançar conforme a música e saber se colocar diante de questões relevantes. Assim como o cancelamento pode ser exagerado, muitas vezes ele também pode ter a função de ensinar o certo e o errado, como por exemplo em um casos morais como o racismo.


No entanto, fique atento, não é só a Anitta que é cancelada não. A razão pela qual muitas marcas acabam se atrapalhando é por conta da inconsistência em uma fala. Não adianta defender algo porque está em alta, o assunto precisa bater com as visões, crenças e atitudes da marca. Por outro lado, se tudo der errado ainda há uma solução. Se te contarmos que as marcas podem sair fortalecidas de um cancelamento você acredita?


Pois é, se o gerenciamento de crise no momento de resolução de um incidente for eficaz e exemplar, pode acabar se transformando em uma mudança de comportamento, atitude e pensamento. É claro que isso não é algo simples, mas é uma oportunidade se sair melhor de uma situação difícil. Não basta dizer apenas “sentimos muito”, a explicação precisa concisa e acompanhada de uma real adaptação no comportamento. Por favor, não estamos dizendo que sua marca deve tentar ser "cancelada" como oportunidade, longe isso. Quanto mais coerente a empresa se apresentar em relação aos seus valores e demonstrar que não se importa apenas com as vendas, mais forte será sua construção de posicionamento e relacionamento com o consumidor.


Pode ser até que a sua marca seja mais discreta ou que tenha um posicionamento bem claro, mas é importante ficar sempre ligado no que está acontecendo e a maneira de agir. Se a onda de cancelamento vai passar ou não, é impossível saber, mas é sempre melhor manter coerência com a identidade da marca. A internet pode ser um cenário de incertezas e riscos, mas também uma oportunidade, tudo depende do ponto de vista e de suas ações.

28 visualizações

© 2019 By @ONEBRANDING

Rua Frei Caneca, 1407 - Consolação,

São Paulo - SP, Brasil