Buscar
  • One Branding

Google Analytics: novas atualizações

Milhões de pequenas e grandes empresas usam hoje o Google Analytics para entender as preferências dos clientes e criar experiências. A ferramenta passou a ser ferramenta obrigatória para os negócios online, sendo quase uma mina de ouro no quesito de oportunidades escondidas e valiosas que só estão esperando para serem descobertas. E no último dia 14, novas atualizações foram lançadas permitindo que ainda mais insights surjam na mente dos empresários e profissionais de marketing.


Se você não está muito familiarizado, o Google Analytics é uma ferramenta de análise de web gratuita oferecida pelo Google para ajudá-lo a analisar o tráfego do seu site através de várias linhas de código de rastreamento. Ele funciona a partir de um código que registra as atividades dos usuários quando eles visitam o site e atributos (como idade, sexo, interesses). Em seguida, envia todas as informações para o servidor GA (Google Analytics) assim que o usuário sai do seu site. E por fim, agrega os dados coletados de seu site de várias maneiras e gera um relatório do qual é possível perceber várias oportunidades para melhorar sua performance.



E com os as novas atualizações, novos insights e previsões com tecnologia de Inteligência Artificial serão possíveis. Embora os insights baseados no Learning Machine do Analytics estejam disponíveis há algum tempo, os novos insights e previsões que chegam podem alertar automaticamente os profissionais de marketing sobre tendências de dados, como o aumento da demanda por um produto que vendem.

Essa tecnologia também é usada para prever resultados, como taxas de rotatividade e a receita potencial que uma empresa pode obter de um determinado segmento de clientes. Tais insights podem ajudar os profissionais de marketing a antecipar ações que seus clientes podem realizar no futuro e se concentrar em públicos de maior valor.


Os relatórios já são uma parte bem interessante da ferramenta, no entanto agora eles serão baseados no ciclo de vida do cliente. Uma das diferenças mais marcantes entre o Analytics 4 e o Universal Analytics é a forma como os relatórios são organizados. “Reorganizamos todos os relatórios que estavam na versão beta do App + Web, adicionamos algumas adições e agora estão organizados em torno do ciclo de vida do cliente '”, disse Russell Ketchum, gerente de produto de grupo, Google Analytics, ao Search Engine Land.


Os relatórios são projetados para ajudar os profissionais de marketing a se aprofundar em aspectos específicos da jornada do consumidor. A nova experiência Analytics também visa dar aos profissionais de marketing uma visão mais completa de como os clientes estão se envolvendo com seus negócios em dispositivos e canais. Os profissionais de marketing podem fornecer seu próprio ID de usuário ou permitir que os sinais do Google eliminem a duplicação de usuários em dispositivos para relatórios e segmentação de anúncios.


Você também pode incluir canais orgânicos, como Google Search, redes sociais e e-mail, nessas comparações, fornecendo mais informações sobre seus esforços de marketing mais amplos. O Google afirma que os relatórios também são simplificados e reorganizados para que os usuários possam encontrar insights de marketing com base na parte da jornada do cliente em que estão mais interessados.


É interessante ver como os canais e ferramentas de análise e estratégia estão se aprimorando e inovando. Independente de uma marca ser adepta ou não do Google Analytics, perceber as mudanças e a profundidade de dados que estão sendo coletados permite ter uma noção diferente de inovação. Além de incluir métricas para melhorar a experiência do usuário, também estabelece um “norte” para as incertezas no futuro.


14 visualizações

© 2019 By @ONEBRANDING

Rua Frei Caneca, 1407 - Consolação,

São Paulo - SP, Brasil